Google+ Followers

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Afinal ...?! O que faz um Designer de Interiores?





A felicidade é o produto mais consumido no mundo moderno. Nunca se vendeu tanto livros de auto-ajuda, drogas contra a depressão, seminários e workshops que ensinam como ser feliz.

O lar é um dos mais importantes fatores nessa busca da felicidade.
Os Designers de Interiores desenvolvem um papel fundamental no que representa de fato o lar nesse conceito de felicidade.

Antes de ser um espaço físico, o lar é o não espaço da casa. Ritualizado e mítico, o lar é a alma da casa e o paraíso da nossa individualidade privada. O lar caracteriza-se por ser um espaço imaginário, simbólico, um conjunto de práticas concretas e rituais imaginários que fazem da casa algo sem igual.

Alguns buscam em um projeto valores tais como: força, tranqüilidade, juventude eterna, graça, leveza, harmonia familiar.

Tudo que envolve o processo de decisão para a compra do lar ou de produtos para acabamento e decoração, por exemplo, está associado a uma complexidade de fatores irracionais que interferem na seleção e definição da aquisição. Afinal, não estamos buscando um teto, ou apenas um estilo de arquitetura ou de decoração, mas um espaço onde o nosso ideal de felicidade deve ser materializado.

Ao contrário que muitos ainda pensam, o trabalho do profissional de Designer de interiores vai muito além da concepção de um projeto estético e funcional.

Bem, o buraco é mais embaixo, diria o sábio popular

A primeira grande habilidade do profissional é a de interagir com os outros para que possa captar o ideal de felicidade de cada Cliente; É essa capacidade que dá ao profissional a possibilidade de conhecer esse Cliente, estar ao seu lado sempre em todos os momentos de decisão.

Acontece que essa tarefa dá um trabalho danado! Exige tempo, paciência e muita dedicação!!!
Nesse mundo em que a velocidade é que faz a diferença, é quase um contra censo, por isso a importância de se contratar um profissional.


Alguns itens que poderão ajudá-lo na escolha do seu Designer de Interiores.

- Pesquise o histórico do profissional.

- Fique atento à primeira entrevista. (ele realmente está interessado no que você está pedindo). É necessário empatia.

- Como esse profissional se relaciona com seus fornecedores.

- Quanto a valores, cada profissional tem uma forma de trabalhar. O importante é que a relação deverá ser transparente, pois ele poderá e muito contribuir para a redução de valores e boa negociação na hora das compras e contratações.


É muito importante também a partir do momento que decidir a contratação, abrir seu coração, (como dizem) para que o profissional, munido de informações necessárias, possa assim desenvolver um trabalho satisfatório.

Ao contrário do que pensam... O Designer de Interiores ou Decorador há muito tempo deixou de ser um profissional elitizado, e sim, essencial e é para todos os bolsos, alguns profissionais possuem um grande leque de relacionamento, o qual permite vantagens na hora da negociação, fora o compromisso da questão qualidade que será sempre preservada.




RITA RAMIRO
Designer
www.ritaramiro.com.br
ecohouseritaramiro.blogspot.com

baseado texto
AD Fórum

Nenhum comentário: