Google+ Followers

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Conjuntura nacional torna mercado atrativo para decoradores!


No Dia do Decorador, celebrado em 30 de maio, profissionais da área têm motivos para comemorar
No dia 30 de maio, é comemorado o Dia do Decorador, profissão que vem ganhando cada vez mais destaque no cenário nacional. O aquecimento do mercado imobiliário e da construção civil, além da facilitação da aquisição de imóveis por meio de financiamentos e incentivos governamentais são fatores que contribuem para esse momento positivo para os profissionais da área.
De acordo com a decoradora parceira do Shopping Minascasa, Sheila Mundin, outro fator positivo para os decoradores são os grandes eventos esportivos que serão sediados no país, como a Copa do Mundo de 2014. “É uma oportunidade muito boa para os decoradores, pois estão sendo construídos muitos hotéis, além das melhorias realizadas por muitos estabelecimentos. Por isso, a contratação de profissionais para realizar esse tipo de projeto para a área comercial tende a aumentar”, afirma.
O aumento do poder aquisitivo das classes B e C é outra característica da conjuntura nacional que impulsiona o setor de decoração. “Antes, a procura por esse tipo de serviço estava mais restrito à classe A. Hoje, a demanda se expandiu para outras classes também, nem que seja para fazer o projeto de apenas um ambiente”, explica Sheila.
Segundo a decoradora, as pessoas estão cada vez mais cientes da importância desse profissional para auxiliar no projeto e na compra de móveis e artigos de decoração, já que essa consultoria significa economia não só de tempo mas também de dinheiro. “A maioria dos decoradores hoje já atua dentro do orçamento definido pelo cliente, o que poupa desgastes desnecessários e compra de móveis que depois não vão ficar bem naquele ambiente. O decorador é um prestador de serviços que está ali para guiar o cliente e pode ajudar muito”, esclarece.
Mudanças no perfil
Se antes a profissão de decorador exigia afinidade e talento para o desenho, hoje a competência passa a não ser tão necessária. “Acho que o principal para o decorador de hoje é ter interesse e afinidade com a profissão, mais do que saber desenhar. Antigamente, saber desenhar era necessário para mostrar aos clientes pontos como perspectiva do ambiente. Hoje, o computador ajuda muito nessa questão é já existem vários programas que permitem desenvolver os projetos , inclusive com 3D”, afirma.
Segundo a decoradora, anteriormente a profissão era envolta em uma aura de glamour e de talento. Atualmente, afirma, é necessário pesquisar muito, buscar uma atualização constante e estar “antenado” com as tendências do mercado.
Além disso, a formação de nível superior é, cada vez mais, uma exigência do mercado. “A maioria das lojas e empresas exige de seus decoradores registro junto ao Conselho Regional de Arquitetura (Crea) ou às associações de profissionais de decoração, como a Amide, em Minas Gerais”, explica. Os cursos que devem ser procurados para se tornar decorador são arquitetura, design de interiores, design de produtos ou correlatos. “A pessoa pode, também, buscar uma especialização e focar a
formação para trabalhar somente com projetos de áreas específicas, como iluminação, paisagismo ou comercial”, enumera Sheila.
Atuação em lojas e atendimento on-line
O espaço para a atuação de decoradores dentro das lojas é outra tendência que vem crescendo. No Shopping Minascasa, a grande maioria das lojas já possui serviço de profissionais da área, que auxiliam o cliente e orientam as compras. “A consultoria de profissionais é benéfica para todas as partes. As lojas ganham em atendimento e conquistam o cliente, ajudando-o a encontrar exatamente o que precisa. Os clientes poupam tempo e contam com auxílio qualificado. Já os decoradores encontram outro espaço para atuação, além de ampliar a cartela de clientes”, afirma o superintendente do Shopping Minascasa, Alexandre Botelho.
Além disso, a correria do dia a dia e o crescimento do acesso à internet favorecem o surgimento de outro tipo de serviço, o de consultoria de decoradores on-line. O Minascasa possui, desde 2008, um serviço do tipo em seu site, que permite tirar dúvidas em até 72 horas. A iniciativa tem trazido resultados positivos e, somente no primeiro trimestre de 2011, foram realizados 80 atendimentos por meio do serviço. Para Alexandre Botelho, o serviço é ideal para quem possui dúvidas pontuais sobre decoração. “Na hora de comprar artigos decorativos para a casa, muitas pessoas não sabem qual cor combina mais com o tapete, sofá, mesa ou com as paredes. Para isso, é só mandar a pergunta para o Decorador On-line, que a resposta será dada o mais rapidamente possível”, diz.

Nenhum comentário: