Google+ Followers

domingo, 31 de agosto de 2008

Jornal de Jundiaí Caderno Estilo traz matéria sobre a Eco House

JORNAL DE JUNDIAÍ
VIVIANE RODRIGUES

ACONCHEGO O spa criado pela decoradora Rose Ferrari mistura madeiras de reflorestamento e metal
A utilização de materiais ecologicamente corretos é uma tendência mundial na arquitetura e decoração, o que tem levado indústrias a desenvolverem produtos que não agridam a natureza. Muitas destas novidades estão presentes na Ecohouse, uma mostra permanente de arquitetura e design, realizada em Jundiaí, sob a coordenação da design Rita Ramiro.A preocupação em levar estes produtos ao conhecimentos dos profissionais e clientes levou a design a organizar a mostra com foco ecológico, que traz produtos como madeira de reflorestamento, pastilhas e cubas de vidro reciclado, tintas à base de água, acessórios em plástico reciclado, ferragens, móveis e objetos em fibras naturais, entre outras soluções ecologicamente corretas. "A idéia da Ecohouse é aproximar o profissional do fabricante, que não sabe como passar estas novas tecnologias. Muitos produtos que estão aqui ainda não chegaram ao mercado. São materiais de qualidade, com preço acessível e que não agridem o meio ambiente", diz Rita. Segundo a organizadora do Ecohouse, o conceito ecológico é uma questão de responsabilidade. "Como formadores de opinião, nossa responsabilidade de divulgar estes produtos é dobrada". entende.Criatividade - Ambientes criativos, sofisticados e ecologicamente corretos compõem a mostra. Com três ambientes na Ecohouse, a decoradora e empresária Rose Ferrari seguiu a linguagem ecológica ao utilizar madeira de reflorestamento, pastilhas de cacos de garrafa e cuba de vidro reciclado no spa, emoldurado por plantas e pedras no chão. O toque moderno ficou por conta das peças em metal. Na sala de estética, a decoradora optou por móveis em fibra natural. "Os produtos ecológicos são uma tendência e uma necessidade", salienta. A cozinha segue a mesma linha, com pastilhas de material reciclável pintadas com tinta à base de água e móveis com madeira de reflorestamento.
Selo verde - Uma das patrocinadoras da mostra, a Sayerlack participa com a linha de tintas e vernizes para madeira Aquarius, que não levam solvente e não afetam a saúde do aplicador. "O produto é resultado de seis anos de estudo de uma planta da Itália, que possibilitou o desenvolvimento do produto feito à base de água", explica o diretor comercial da Sayerlack Reinaldo Coelho.A empresa também oferece uma coleção de lâminas precompostas obtidas a partir de madeira de reflorestamento. O diretor da Casa do Marceneiro, Valdir Barbi, alerta para o uso de madeiras ilegais. "Trabalhamos com madeira de reflorestamento, que é obtida de forma sustentável."
ServiçoAlém da mostra, a Ecohouse contará com palestras e cursos com profissionais das áreas de arquitetura e decoração. Para visitar, participar das palestras e cursos, basta agendar um horário pelo telefone (11) 3964-2334. A mostra fica na rua Mário Pereira Pinto, 249, Jardim Paulista.
Esta notícia foi atualizada em 28/8/2008 às 16:16
http://www.portaljj.com.br/interna.asp?Int_IDSecao=15&Int_ID=57363

Nenhum comentário: